A devoção ou a festa dos Esponsais de Maria com São José é de origem do século XV, na França e se espalhou por outras regiões.

 

A devoção espalhada pelo mundo teve o dia 23 de janeiro como data escolhida para a celebração. Chegou a ser supressa em muitos lugares, inclusive na região de Verona, por volta do final de 1600.

Porém, com o florescimento do culto a São José, não demorou muito para que a festa dos Esponsais fosse restabelecida, no sentido mais antigo, para toda a Igreja.

 

Na época em que São Gaspar viveu em Verona (início do século XIX), a Igreja dos Estigmas havia sido reduzida a oficina de guerra por Napoleão Bonaparte, e o altar-mor fora destruído. Pe. Gaspar construiu um novo e o dedicou aos Santos Esposos, representados num quadro que ele mesmo comprou, obra de pintor desconhecido. Deixou à igreja o título original dos Estigmas, mas de Jesus e não de São Francisco, como era.

 

Terminada a restauração da igreja, ele promoveu a primeira solenidade dos Santos Esponsais em 23/01/1823, quando os 5 Estigmatinos e outros 47 sacerdotes celebraram o Santo Sacrifício. Por designação dele fez o sermão o sacerdote Estigmatino Pe. Caetano Brugnoli, que apresentou Maria e José como "instrumentos da Divina Providência para levar a cabo a mais importante de suas obras: a Encarnação". Esse especial enfoque mostra que esta devoção não se restringe aos casados, mas é escola de santidade para todos que amam o Senhor.

 

Deus quis o casamento de Maria e José também para esconder o mistério da Encarnação que o mundo ainda não poderia compreender; para salvar a honra de Maria e ninguém duvidar de sua integridade por ter engravidado de modo diferente do natural; e para nos oferecer o mais perfeito modelo de casal e de família. Os casais imitando Maria e José se amarão sem medida, se respeitarão, impedirão a separação, aprenderão a se reconciliar nos desentendimentos, viverão fiéis um ao outro, estarão de mãos dadas na alegria e na tristeza, construindo o lar na Rocha que é Cristo (Mt 7,24).

 

Mas a razão principal de São Gaspar colocar-nos sob a proteção dos Santos Esposos é que a vida do consagrado impõe uma crescente busca de intimidade com Jesus, como reza nossa Constituição 11. Ora, não é possível haver criaturas com uma entrega do mais completo serviço e da mais íntima comunhão de vida com Jesus, que se compare com a desse casal. Trinta anos voltados totalmente ao Salvador nas alegrias, nas dores, no aconchego do lar, nas relações sociais, na monotonia do mesmo trabalho de todos os dias, na oração

 

Oração:

 

Ó Deus, que unistes em virginal matrimônio a mãe de vosso Filho, Maria Santíssima e São José, para que fossem fiéis colaboradores do mistério da Encarnação, fazei que nós, por sua intercessão, nos tornemos participantes das Núpcias Espirituais com Cristo, que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

Amém.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e receba
informações da nossa comunidade.

Fale Conosco

ERua Fonseca Teles, 109 
São Cristovão
Rio De Janeiro - RJ
    CEP 20940-200

T21 2580-6992